terça-feira, 27 de maio de 2014

Livro "Quem é Você, Alasca?", John Green

   Olá, como passaram a última semana? Hoje venho falar sobre o livro "Quem é Você, Alasca?", escrito pelo John Green e publicado no Brasil pela editora WMF Martins Fontes.
Livro, Quem é Você, Alasca?, John Green, capa, resenha, trechos
   Miles Halter é um adolescente que tem como hobby colecionar últimas palavras. Ele não era muito popular em sua antiga escola na Flórida, por isso decidiu mudar de vida e ir para o Alabama estudar em Culver Creek, o mesmo colégio interno onde seu pai estudou.
   "Chega uma hora em que é preciso arrancar o Band-Aid. Dói, mas pelo menos acaba de uma vez e ficamos aliviados." (página 7)
   Em Culver Creek, pouco a pouco, Miles finalmente consegue ter pessoas que possa chamar de amigos: Chip, Takumi, Lara e Alasca Young.
   Chip, também chamado de Coronel, é baixinho e o companheiro de quarto de Miles. Ele apelida Miles de Gordo, uma ironia já que nosso protagonista é magro e alto. Eles constroem uma amizade divertida.
   "Chip não acreditava em ter uma gaveta só para meias e outras só para as camisetas. Acreditava que todas as gavetas tinham sido criadas iguais e as enchia com o que coubesse. Minha mãe teria morrido." (página 12)
   "Adormeci ouvindo sua respiração, lenta e cadenciada, sua rebeldia finalmente se desfazendo diante do cansaço invencível." (página 154)
   Alasca é a líder do grupo; uma garota problemática e difícil de compreender, apesar de bonita e inteligente. Quem realmente é Alasca, a garota que fascina Miles?
   Com seus novos amigos, ele passa a viver tudo o que os adolescentes costumam viver, conhecer as coisas boas e as perigosas também: bebidas, cigarro, etc.
   "Se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de conseqüências que resulta das nossas pequenas decisões. Mas só percebemos tarde demais, quando perceber é inútil." (página 224)
   Se tivesse que resumir o livro com apenas um trecho dele, "Quem é Você, Alasca?" poderia ser resumido assim:
   "Ela me ensinou tudo o que eu sabia sobre lagostins, beijos, vinho tinto e poesia. Ela me mudou." (página 176)
   Com uma linguagem fácil de ser compreendida, excelente descrição dos cenários e situações e inúmeros trechos interessantes, "Quem é Você, Alasca?" fala sobre adolescentes comuns, que estão aprendendo como viver e lidar com os perigos e descobertas dessa fase tão intensa da vida.
   Meu trecho favorito do livro fica nas últimas páginas, um pouco das últimas considerações do Miles:
   "Somos capazes de sobreviver a essas coisas horríveis, pois somos tão indestrutíveis quanto pensamos ser. Quando os adultos dizem: 'Os adolescentes se acham invencíveis', com aquele sorriso malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem quanto estão certos. Não devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos. Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos. Não nascemos, nem morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos de forma, de tamanho e de manifestação. Os adultos se esquecem disso quando envelhecem. Ficam com medo de perder e de fracassar. Mas essa parte que é maior do que a soma das partes não tem começo e não tem fim, e, portanto, não pode falhar." (página 226)
   Mais um trecho que gostei:
   “Passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em como será legal. Imaginar esse futuro é o que nos impulsiona para a frente, mas nunca fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente.” (página 56)

   Por se tratar de um livro de John Green, um dos autores mais comentados no momento, alguns leitores podem ter uma expectativa muito alta em relação à história ou acharem que é um livro modinha (acho essa ideia ridícula). Aconselho a tentarem controlar a expectativa e a não julgarem antes de ler/terminar a leitura.
   Repito, John Green escreve sobre pessoas comuns, que vivem uma das fases mais difíceis, especiais e marcantes da vida: a adolescência. 

   Sobre a diagramação: as folhas são amareladas, o tamanho da letra e das margens é bom. Além dessa capa, tem uma outra edição com a capa preta (que é a mais fácil de encontrar para comprar).

   Detalhes: Editora WMF Martins Fontes, ISBN: 9788578273422, 229 páginas. Página no Skoob, baixe o 1° capítulo. Onde comprar online: Americanas, Submarino.

   Espero que vocês tenham gostado do post. Alguém aí já leu "Quem é Você, Alasca?"?
   No meu blog estou sorteando o livro "A linguagem das flores", que resenhei no Boteco de Blogueiros na semana passada, quem quiser participar do sorteio é só clicar aqui. Garanto que vale a pena tentar, o livro é lindo!
   Até semana que vem!
Maria (blogTwitterfanpage, G+Instagram).

5 comentários:

  1. Tenho um certo receio em ler livros sobre adolescentes, pois os poucos que li eram péssimos. No entanto, esse me pareceu ser um bom livro, principalmente pela naturalidade da estória. Só lendo para saber realmente como é. Gostei da resenha, me deixou curioso. :)

    O POETA E A MADRUGADA
    opoetaeamadrugada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Achei extremamente interessante a resenha, o que me deixou com vontade de ler para saber mais.
    Valeu muito a postagem sobre o livro.Vou ler, com certeza!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Também gostei do trecho do labirinto.

    ResponderExcluir