quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Top 5 - Comédias Francesas

Inteligência, roteiro de primeira, sensibilidade, ironia, atuações impecáveis são algumas qualidades da comédia francesa, que ao contrário das americanas ou brasileiras não forçam e não apelam nos trazendo sempre a mesma fórmula. Segue uma lista imperdível:

A Riviera Não é Aqui - Bienvenue Chez les Ch'tis - 2010
Philippe Abrams é diretor de uma agência dos correios em Salon-de-Provence no sul da França. Ele é casado com Julie, cuja natureza depressiva torna a vida dele impossível. Para agradá-la, Philippe monta uma fraude para obter uma transferência para a Côte d´Azur (a Riviera Francesa), mas é desmascarado e acaba sendo transferido para Bergues, uma pequena cidade no norte do país. Para os Abrams, sulistas cheios de preconceitos, o Norte é um horror, uma região gelada e povoada por pessoas que falam um dialeto incompreensível, o "cheutimi". Sem opção, Philippe embarca sozinho e descobre que Bergues não é tão ruim assim.
"A Riviera não é Aqui" é uma das comédias francesas mais aclamadas, é uma sátira muito divertida que mostra o quanto somos preconceituosos, julgando-se melhor por morar num lugar que dizem ser superior que o outro.


O Palácio Francês - Quai d'Orsay - 2013
Recém formado na Escola Nacional de Administração, Arthur Vlaminck (Raphaël Personnaz) é chamado para trabalhar no Ministério das Relações Exteriores à serviço do ambicioso ministro Alexandre Taillard (Thierry Lhermitte). Arthur será responsável por elaborar o discurso do ministro, mas logo percebe que em meio a golpes políticos e vaidades pessoais, esta tarefa não será nada fácil.
"Quai d'Orsay" é uma sátira  super divertida do cenário político, o ritmo frenético dos diálogos, as ironias e todo o desenvolvimento fazem desse filme uma ótima pedida.


A Datilógrafa - Populaire - 2012
Aos 21 anos de idade, Rose Pamphyle mora com seu pai e esta prestes a se casar com o pacífico filho de um garagista. Ela poderia virar uma dona de casa, mas a jovem tem planos mais ambiciosos. Ela sai de sua cidade e tenta um emprego de datilógrafa no escritório de seguros de Louis. Mesmo que suas habilidades como secretária sejam fraquíssimas, o homem fica impressionado com a velocidade com a qual Rose consegue digitar. Logo o espírito competidor de Louis se desperta: ele decide aceitar Rose como sua secretária, contanto que ela treine para participar da competição de datilógrafa mais rápida do país.
"Populaire" é visualmente muito bonito, encantador e recomendável; é simples, leve e muito delicioso.


Românticos Anônimos - Les Émotifs Anonymes - 2010
O que acontece quando um homem e uma mulher dividem uma paixão em comum? Eles se apaixonam. E é isso que acontece com Jean-René, o chefe de uma pequena fábrica de chocolate, e Angélique, uma fabricante de chocolate talentosa que ele acabou de contratar. O que ocorre quando um homem altamente emocional conhece uma mulher altamente emocional? Eles se apaixonam, e é isso que ocorre com Jean-René e Angélica que compartilham a mesma desvantagem. Mas serem patologicamente tímidos não tornam as coisas fáceis para eles. Então, se eles vão conseguir ficar juntos, unir suas solidões e viver felizes para sempre é uma questão de adivinhação.
Um filme adocicado, despretensioso e que explora o tema incomunicabilidade, a difícil tarefa de se dirigir ao outro com palavras, o único intuito do filme é promover o sorriso. O uso das cores fortes é o grande destaque. Super recomendado!


Intocáveis - Intouchables - 2011
Philippe, um refinado multimilionário tetraplégico francês, precisa de um auxiliar de enfermagem para o auxiliar nas suas atividades rotineiras. O contratado é Driss, um senegalês que vive nos subúrbios de Paris, que acaba de cumprir uma pena de seis meses de prisão e que não tem qualquer formação para o cargo.
Sucesso de crítica e público "Intouchables" não é um filme apelativo, as cenas são deliciosas e sempre trazem uma surpresa engraçada. É emocionante sem precisar tirar lágrimas de quem o assiste. 

Um comentário:

  1. Maravilhoso!!
    Desta lista assisti 2
    O Palácio Francês,Intocáveis.

    ResponderExcluir