segunda-feira, 17 de novembro de 2014

O depoimento da rocha

Estreando aqui no "Boteco de Blogueiros"  eu  Sandra Mayworm, dona dos blogs " Letras que se movem"  e  " Letrinhas que se movem" , este ainda em construção, apresento o primeiro post. No final, rolando a página até o fim, poderão conhecer um pouco mais sobre meu trabalho e meu banner.

Beijos, geral!



AÍ VAI O DEPOIMENTO...

Crua e incisiva
Tenho um espinho na carne
e  um punhal cravado no peito
Noites de pouco sono e dias verdes
feitos de reflexões costuradas
Passos cuidadosos e quase débeis
...como radares
captando o pulsar da terra
Pão sobre a mesa / erva no chão


Estremece o interior da terra
e o inferno não podendo conter-me
explode
Arremessada entre lavas incandescentes
escorro fogo
Sopram ventos, desaguam tempestades torturantes, necessárias
Sou Rocha

Sobre mim edifiquem suas casas
construam seus pilares
me ponham por altares

Posso ser polida
Posso ser lascada
Fendida, escorrerei as muitas águas
Fonte, saciarei as muitas sedes
Triturada areia
finíssimo pó, talco

Pedra, dura pedra
Pedra, lisa pedra
Viajante solitária do grande universo
meteoro fui
Por encontro alucinante
estrela cadente sou
façam três pedidos!

Quebrei vidraças, parti corações, venci gigantes
Golias jaz morto a meus pés,
no entanto não lhe deceparei a cabeça,
não exibirei troféu
chega de sangue

Pedra, dura pedra
Pedra, lisa pedra
Faísco Cristal
e super aquecida
me modelo Diamante
...Comovo women corações.

Pedra, dura pedra,
transformada e sempre pedra
pedra no meio do caminho
pedra que é o meu espinho
pedra no nosso caminho
pó de pedra, disfarçada
punhal e espinho
seixo, entre as sombras descansa
no poço raso de um rio.




4 comentários:

  1. Bem-vinda ao nosso projeto, Sandra.
    Estreia com grande estilo.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Cláudio. É com muio prazer...

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Obrigada, Theo. Virão outras, sempre nas segundas-feiras.
      Bjs
      Sandra Mayworm

      Excluir