segunda-feira, 14 de abril de 2014

Vai um petisco aí?

Um petisco? Só se for agora!


Ali, há que se ter muitas razões
desde o petisco até um belo par de pernas ou de olhar

Mais que palavras trocadas
e conhecimentos compartilhados,
a prosa pede um reggae gastronômico
coisa de gente que quer se deliciar
em sentidos outros

Acima de tudo,
traz algo aí,
enche-me a boca com uma gelada
cale-me o estômago com uma garfada
Não quero guardanapo

Ali, blogueiros se divertem
tornam espontâneos os momentos
e mostram guludiças sem perceber
que, no céu, a lua ilumina a calçada
e sabe-se lá se você.



15 comentários:

  1. Curti o Poema e gostei muito da poesia em si que é sobre petisco e sobre comigo que eu adoro. Petiscos é comigo mesmo rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Obrigada, amore. Em nosso espaço, há de ser assim!

      Excluir
  3. Muito original e convidativo ...

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o "convidativo"... é só puxar a cadeira, se sentar e papear junto com a gente!

      Excluir
  4. Gostei!!! Super criativo e original!!!
    Bjs e otima semana!

    ResponderExcluir
  5. Adoro, suas poesias são envolventes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Marília. Isso é um hiper ultra elogio!

      Excluir
  6. Puxa...
    adoro petiscos e amo poesia.
    Lindo domingo!
    Maravilhosa nova semana.
    Bjins e meus sonhos e delírios
    CatiahoAlc./ReflexodAlma

    ResponderExcluir
  7. Ótima poesia, esse é o nosso boteco.
    Comida boa, música de qualidade, literatura e diversão.
    Abraço para todos!

    O POETA E A MADRUGADA
    opoetaeamadrugada.blogspot.com

    ResponderExcluir