segunda-feira, 28 de abril de 2014

Deve ser


O coração aperta,
deve ser poesia que brota na madrugada
depois de ma dose de pinga 
e de voltar mais cedo pra casa

E ele, com as mãos no peito, 

disse:- Deve ser saudade, dor que desatina 
e que aguarda um outro anoitecer

Ele não sabe que poesia é saudade 


4 comentários:

  1. Me fez lembrar uma poesia minha:

    Poesia é saudade e reencontro
    É conto de quem vê o amor bailar
    E baila nas palavras a calhar
    Desse caminho torto

    Coração é lugar de alugar
    A qualquer ser que ali se encontre
    E se aconchegue nessa fonte
    De amor a se revelar

    Coitado é do poeta
    Que doma poesia e coração
    Sujando suas próprias mãos
    de forma tão discreta
    Coitado do poeta!

    O POETA E A MADRUGADA
    opoetaeamadrugada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Curti a poesia.
    Saudades sempre sinto das coisas e de pessoas.

    Beijos.

    ResponderExcluir